Leia  também:

[Resenha] O Inominável


Em outros momentos aqui no blog, já tive a oportunidade de narrar a minha dificuldade para me envolver com histórias que trabalha com o sobrenatural. Sempre cito obras do gênero que, ao longo dos anos, realmente capturaram a minha atenção, como é caso do filme Arraste-me para o inferno. Confesso que o número é bem reduzido, mas o sobrenatural já me trouxe ótimas experiências. Apesar disso, havia um tempo que não experimentava boas sensações com obras do gênero. Na verdade, estava bem decepcionado, sobretudo depois de ler O Demonologista, de Andrew Pyper. Entretanto, recentemente fiz as pazes com o gênero, pois tive a oportunidade de conhecer uma obra que, não apenas me envolveu, mas ganhou a minha admiração, O Inominável.


O Inominável é o primeiro livro escrito por Gustavo Lopes. Para aqueles que não conhecem, Lopes é um autor brasileiro, natural de Suzano (SP) e iniciou a carreira como escritor recentemente. Apaixonado pela escrita, Gustavo decidiu que estava na hora de dividir com nós leitores as histórias que sempre rondaram o seu imaginário. Antes de saber onde você pode conseguir a obra, vamos conhecer um pouco mais de O Inominável.


O Inominável nada mais é do que o relato de uma jovem chamada Thalita Brando Romão, que vem por meio do livro compartilhar conosco uma experiência no mínimo estranha vivenciada por ela e mais três amigos de escola: Davi, Andreia e Augusto. De acordo com os relatos da adolescente, a trama que ela pretende compartilhar conosco, começa a se formar quando Augustos encontrar, entre os acervos da biblioteca, um livro estranho e misterioso.


Ao descobrir que o livro não pertencia à biblioteca da escola, Augusto resolve levar o exemplar para casa. Dias depois, o garoto acaba descobrindo uma mensagem inesperada em uma das páginas do livro. O texto antes inexistente apresentava instruções que serviriam para a realização de um ritual de pacto como uma força sobrenatural, no caso o Inominável.


Admirado, Augusto resolve dividir com os amigos a descoberta e aproveita para convidá-los a realizar o ritual proposto. Apesar de desconfiados, sobretudo por achar que tudo não passava de uma brincadeira do amigo viciado em jogos de RPG, Thalita, Davi e Andreia resolvem entrar na aventura com Augusto. Ao tomarem a decisão, os quatro amigos não imaginavam que estavam embarcando em uma aventura sem volta, rodeada de perigos e com consequências extremamente danosas. No livro, conhecemos, por meio dos relatos de Thalita, os resultados do pacto firmados pelos jovens.


Como o livro é o relato de uma das personagens, ele é narrado em primeira pessoa. A escrita do Gustavo é impecável, interessante e, mais do que isso, empolgante. O escritor tem uma forma única de contar a história, criando teorias bem bacanas que gera uma proximidade e, muitas vezes, identificação com o leitor. Eu me identifiquei com muitas coisas, o que me fez lembrar do meu passado, quando ainda estava no ensino médio. Outra coisa bem bacana da obra é a interação que a Thalita trava com o leitor. Eu encontrava muito disso nos livro de Machado de Assis e adorava, e gostei muito de encontrar essa característica em O Inominável.


Na bastasse uma linguagem criativa e atrativa, O Inominável tem outra características interessantes, como a apresentação de diferentes referências, de livros, de bandas e de músicas. Tive a alegria de encontrar referência que me agradaram muito, como a citação do Pink Floyd, banda que eu tenho uma admiração. E não poderia deixar de apontar a citação do livro Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban, meu livro favorito da série. Na obra, as referências musicais se sobressaem. O ponto alto desse recurso aparece nos últimos capítulos onde o autor sugere que o leitor ouça uma música para ajudar a entender uma explicação da personagem. Achei uma técnica bem original, interessante e incrível. Simplesmente adorei a interação.


Bem, no fim, dizer que gostei do livro não seria o suficiente. Eu verdadeiramente amei. Fui fisgado de uma maneira inimaginável pela obra do começo ao fim. O Inominável não é muito grande o que torna a leitura rápida e triste ao mesmo tempo, pois ele é aquele tipo de livro que nós, leitores, gostaríamos de passar um pouco mais de tempo juntos, isso porque não bastasse a temática interessante e compenetrante, a obra aborda discussões bem importantes, como é o caso do bullying.


No meu ponto de vista, Gustavo tem talento e ainda vai trazer muitas histórias bacanas, reforçando mais uma vez que temos ótimos escritores brasileiros. Esse é apenas o primeiro livro do autor. Depois de ler O Inominável, digo sem dúvida que ele começou muito bem na carreira. Já estou ansioso para ler as próximas histórias produzidas pelo autor.


Para aqueles que ficaram interessados, é muito fácil ter acesso ao livro O Inominável, o que é melhor, de graça. A obra está disponível na plataforma Wattpad (endereço abaixo). Se gosta do gênero, não deixe de conferir. Depois de uma ótima experiência, indico a todos que se interessaram pela história. Garanto que é uma leitura que vale a pena.



Se ficou interessado, corre e comece a leitura agora mesmo por meio de um dos links:

O Inominável no Luvbook: https://www.luvbook.com.br/l/947/

O Inominável no Wattpad: https://www.wattpad.com/story/113333847-o-inomin%C3%A1vel


Informações adicionais

Autor: Gustavo Lopes

Plataforma: Wattpad

Ano: 2017

Assunto: Mistério e suspense

Tipo: Online

Outro obra citada na resenha:

O Demonologista, Andrew Pyper, para mais informação, clique aqui;


Sou jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Atualmento, faço mestrado de Comunicação na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp).

Sobre mim

Publicações recentes